Menu

Nas Margens - Casa da Cerca

EXPOSIÇÃO

24,25,26,27 Set
24,25,26,27 Set
24 e 25 de Setembro: 10h - 18h
26 de Setembro: 13h – 24h
27 de Setembro: 13h – 18h

Casa da Cerca - Centro de Arte Contemporânea
Entrada Livre

As exposições "Nas Margens" integradas nesta edição do festival são compostas por uma selecção de trabalhos espalhados em ambas as margens do Tejo. Partimos então com uma introdução à interactividade como uma das áreas da arte digital e novos media - através dos projetos selecionados - revelando diferentes formas de relacionar e aproximar o material e o digital, não só a um público já familiarizado e especializado, como também a transeuntes e passageiros da Transportes de Lisboa - que diariamente atravessam o rio.

Existem 4 locais diferentes onde poderá encontrar estes trabalhos:

Terminais Fluviais:
- Cais do Sodré
- Cais de Cacilhas

Margem Sul:
- Ginjal Terrace
- Casa da Cerca - Centro de Arte Contemporânea

Tweeting Antennas
Tweeting Antennas é uma instalação site-specific que explora a relação entre novos e velhos media no espaço urbano híbrido actual. Propõe-se a tornar visível os processos de comunicação digital que normalmente são invisíveis. Em particular, traduz tweetsgeo-localizados no movimento em tempo-real de uma antena de televisão de telhado. Para cada caractere alfabético a antena move-se para a posição correspondente do sistema do alfabeto semáforo. O projecto resulta de uma investigação sobre as relações entre as pessoas e a tecnologia no espaço urbano. Nas cidades actuais, os novos media e as tecnologias digitais são usados, maioritariamente, para finalidades de vigilância, controlo e publicidade. No entanto, nem sempre temos consciência da ubiquidade tecnológica na cidade e da forma como esta condiciona a nossa experiência do espaço urbano. Em última instância, ao tornarem-se mais organizadas e optimizadas para um melhor desempenho, as cidades correm o risco de minimizar o factor humano e o espaço para eventos espontâneos e aleatórios. O objectivo deste projecto é explorar as possibilidades das tecnologias digitais para a criação de intervenções urbanas que possam tornar a cidade um local mais lúdico, inesperado e heterogéneo. Ao apropriar media obsoletos, Tweeting Antennas propõe um jogo de contrastes dos processos de comunicação visíveis e invisíveis, da alta à baixa tecnologia, dos media contemporâneos aos obsoletos ou esquecidos e dos ambientes virtuais aos físicos. A primeira versão do projecto foi desenvolvida no âmbito do mestrado em Design de Comunicação e Novos Media na Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa.

No contexto da exposição PLUNC a instalação vai ser colocada em dois locais diferentes, uma e cada margem. As antenas serão colocadas no terraço da Casa da Cerca de frente para o rio e para o Terminal Fluvial do Cais do Sodré. Um espectador terá de ir à Casa da Cerca para fisicamente ver as antenas em movimento. No terminal fluvial do Cais do Sodré estarão colocados binóculos onde os espectadores poderão ver remotamente as antenas a mover-se no outro lado do rio, após o envio de um tweet, remetendo para o universo da vigilância e da codificação de mensagens.